Energia Limpa nos prédios públicos do Espírito Santo

  • 20 de outubro de 2019

O Espírito Santo saiu da lanterna e passou a protagonista em Energia Solar. Ao invés de ser lembrado como um dos últimos estados a isentar a cobrança de imposto de quem gera sua própria energia com o sol, passou a ser lembrado como o primeiro a tornar obrigatória a instalação de estruturas para energia solar em novas edificações do poder executivo estadual.

A assinatura do decreto aconteceu durante a abertura do XI Fórum Capixaba de Energia (FENERGIA) em 14/10/2019, evento que foi acompanhado por dois engenheiros da VITÓRIA SOLAR.

“O mundo atual exige uma visão diferente de desenvolvimento, com energia limpa. É esse mundo novo que temos que criar, e isso passa por debater energia. Se a gente sai da dependência do petróleo e vai para uma energia renovável, isso passa por uma decisão política e também uma decisão de viabilidade econômica. A implementação de energia fotovoltaica em empreendimentos públicos ou em obras que têm convênio com o Estado, é um passo importante para frear a ação danosa do homem no planeta, além de aumentar a eficiência econômica dos equipamentos públicos”, disse o governador.

Parques solares e ônibus elétricos

O Governo do ES também encomendou ao Banco Latinoamericano um estudo de viabilidade econômica para a migração de ônibus a diesel para a gás e elétrico e planeja criar parques solares nas Fazendas Experimentais do INCAPER Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, para permitir que todos os prédios públicos sejam autossuficientes em energia.

SAIBA MAIS:

https://www.youtube.com/watch?v=dgtKMAsCSwc

https://g1.globo.com/globonews/estudio-i/video/governo-do-espirito-santo-assina-decreto-que-obriga-predios-a-terem-placas-voltaicas-8001331.ghtml


Talvez você se interesse por: